A in(sanidade) mental

O que salva uma mente insana é o autoconhecimento de quem a “passeia”.

Não haja ilusões: aquele que não cuida de dentro para fora e, ao invés, cuida de fora para dentro, cultiva a mente inóspita e doente. Sentimentos de pertença, conexão e amor são o que nos salva da mente insana. Não acredites que vives isolado do todo, e que o todo não é a soma das partes.

Cuida-te.

Cuida do teu corpo: exercita-o e nutre-o.

Cuida da tua mente: entende o papel racional dela.

Cuida do teu espírito: ele devolve-te o brilho dos olhos.

Cuida do teu coração: as emoções que ele carrega são espelho da alma.


Tenho a crença que a nossa essência provém do perfeito equilíbrio destas forças – corpo, mente, espírito e coração. Nenhum deles vale mais do que o outro, todos têm o seu papel. Quando um está a sobrepor-se ao outro oprime, isso não traz saúde. 

Estar insano é uma condição, não te define. Não és como estás, és como és. Existes e tens valor independentemente da condição em que estás agora.

Senão estás com recursos para lidar: procura ajuda. Sem vergonha. Com coragem.

Somos corpo da mesma matéria, entre avanços e recuos, procuramos que a ligação da nossa essência à mente ao invés de nos prejudicar que nos beneficie.

Isabel Pereira
Isabel Pereira
Mulher, Mãe, Esposa, Filha. Chamo-me Isabel, tenho 36 anos e moro em Oliveira de Azeméis. Sou uma apaixonada por desenvolvimento pessoal e espiritual. Gosto de ler, correr, caminhar na natureza, ir à praia. Gosto de conversar e de, empaticamente, me colocar no lugar do outro. Mais do que Ter materialmente, busco Ser a cada dia

Publicações relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicações mais vistas

82,663FãsCurtir
25,394SeguidoresSeguir
1,053SeguidoresSeguir
spot_img