Aprender a viver devagar

Como viver mais devagar?

Como viver mais devagar?

Os dias sucedem-se e parece que não dá pelo tempo passar? Quando dá por si nem se lembra do caminho que fez do trabalho até casa? Sente que vive constantemente em piloto automático?
Talvez precise de aprender a viver mais devagar. É possível ajustarmos alguns comportamentos de forma a centrarmo-nos no presente e vivermos mais conectadas connosco e com o que nos rodeia agora.
Estas são as nossas dicas para viver mais devagar e aproveitar melhor tudo aquilo que a vida nos oferece:


Abrandar o ritmo
Como? Deitar mais cedo, planear os dias de forma realista e não querer fazer tudo ao mesmo tempo.

Fazer uma coisa de cada vez
O multitasking é o pior inimigo de uma vida mais tranquila; focarmo-nos numa tarefa de cada vez ajuda-nos a completá-la com mais eficácia.

Dizer “Não”
Já pensou em começar a recusar tudo o que não acrescenta valor à sua vida nem lhe traz felicidade? Seja um objeto, uma conversa ou mesmo uma atividade…

Criar uma rotina matinal e de final de dia
Acorde com tempo para fazer algo que lhe dê energia logo pela manhã em vez de começar o dia logo em modo “velocidade furiosa”. Ao fim do dia, escolha uma atividade que a ajude a abrandar e a libertar-se do mundo “lá de fora”. Pode ser tomar um duche relaxante, ler, escrever, o que resultar para si.


Saborear as refeições
Coma bem e devagar, sem televisões nem outros ecrãs. Foque-se na comida e nas pessoas que estão consigo, se for o caso.

Respirar
Pode parecer estranho, mas respirar é um ato natural e tão automático que nem pensamos nele, mas a verdade é que a nossa respiração se altera em função do nosso estado emocional. Por isso, ao longo do dia, faça pequenas pausas, sobretudo quando muda de contexto ou situação, e respire profundamente algumas vezes para mudar o seu foco conscientemente.

Desligar as notificações e desconectar das redes sociais
O mundo não vai acabar só porque não vai ver aquela mensagem ou aquela publicação no Facebook na hora em que ela é publicada. Quem precisar mesmo de entrar em contacto consigo, telefona.

Estar em contacto com a natureza.

Um passeio de 10 minutos num parque à hora de almoço ou só apanhar uns raios de sol podem fazer a diferença no seu dia.

Meditar
Viver mais devagar só é possível se a nossa mente andar ao mesmo ritmo, por isso é essencial sabermos acalmar os pensamentos.

Simplificar
Quer sejam rotinas (Será que é mesmo preciso pôr roupa a lavar todos os dias? E se preparar a mesa do pequeno-almoço de véspera?), as roupas (Precisa mesmo de toda a roupa que tem? Veste-a toda? Conhece o conceito do armário cápsula? Por aqui já aplico este conceito há uns anos e tem sido um aliado na hora de simplificar. Deixo-lhe o link para a pasta do Pintrest) ou as refeições (Faz um planeamento semanal das refeições? Faz mais quantidade e congela para os dias mais complicados?).

Reservar tempo para não fazer nada
O descanso, nos dias de hoje, é quase mal visto e parece que temos de estar sempre ocupados com alguma coisa. Quando estamos a descansar chegamos a sentir culpa por não estarmos a fazer nada, mas o descanso é essencial para recuperarmos energia. Criar períodos de descanso é vital para a sua saúde física e mental.

Como está o ritmo da sua vida, neste momento? Que pequenas mudanças pode introduzir para sentir que tudo flui com mais tranquilidade?