brincar na rua

Juntos, sujos e felizes!

Por Rita Pires Pereira

Juntos, sujos e felizes! 

O contato com a natureza faz-me lembrar dias felizes da minha infância! Quem teve raízes no campo sabe bem do que falo! 

Vivi tempos em que me gelavam os pés por correr em ervas molhadas logo pela manhã, aquele pingo no nariz não me largava…corri atrás de cabritinhos, porcos e galinhas! Abraçava-me a cães e gatos, inventava bolos com areia, água e plantas, as colheres eram paus e as panelas eram as taças da sopa em esmalte! 

Falar nisto lembra-me o ar puro, a brisa, o cheiro da natureza! Digamos que tenho uma certa preferência pelo campo, tento levar o meu filho a sítios que lhe possam transmitir estes sentimentos de liberdade, leveza de ser! Felizmente temos a sorte de ter locais pessoais com essas características, refúgios para carregar baterias, no entanto sei que muitas pessoas vivem na azáfama da cidade, com a vida limitada a trabalho-casa-trabalho e com muito pouco tempo para desfrutar. 

Quem perde com isso? Nós e os nossos filhos! 

As nossas crianças acabam por levar o mesmo estilo de vida que nós, escola-casa-escola… 

O ideal seria repensarmos a nossa forma de viver, iríamos perceber o quão importante é termos tempo para dar aos nossos filhos e a nós mesmos! 

Quem fala no contato com a natureza, fala no simples ato de irmos ao parque, de explorarmos e deixarmos explorar. É outono, o frio já se faz sentir, mas tudo bem… apanhem folhas secas, joguem à bola, saltem à corda, deixem-nos cair no chão, mexer na terra, saltar nas poças de água, procurar bicharada estranha, aposto que vai haver montes de sorrisos na cara! 

O contato com o mundo exterior sempre trouxe benefícios e não há estudo que prove o contrário:

  • Aumentam as defesas naturais do corpo, favorecem a imunidade
  • Ajudam no desenvolvimento social, afetivo e linguístico 
  • Estimulam os sentidos 

É certo que em casa também podemos estimular as crianças e fazer as mais diversas atividades, no entanto não é disso que falamos, mas sim do prazer e da liberdade da vida lá fora! 

Digamos que brincar na rua é uma espécie de liberdade absoluta! 

Está vista e confirmada a importância do brincar na rua, do sujar-se e deixar sujar, do explorar, criar e imaginar! Se nós, pais, pudermos partilhar com eles estes momentos, os benefícios serão a dobrar. Além de ser bom para eles, aumenta a criação de laços entre nós. Isso só pode ser bom, certo? 

Quantas vezes por semana saem com os vossos filhos? Quando digo sair, é sair para passear, brincar, rir em família… 

Eu sei, eu sei… que falar é fácil, dizem vocês, a vida que levamos nem sempre nos permite tirar esse tempo, mas o esforço para que isso possa acontecer só depende de nós! Não haverá por ai nenhum buraquinho? 

Tal como devemos ter uma atividade só nossa, a partilha de momentos com os nossos também deve fazer parte das nossas opções. Se tiverem um parque perto de casa, vão até lá, juntos podem andar de bicicleta, dar uma simples volta ao quarteirão…esqueçam espaços fechados! O frio não pode ser desculpa, levem casacos, gorro e luvas se for preciso. Sabiam que na Alemanha as crianças vão diariamente para a escola de bicicleta ou a pé? E parece que é frio por lá… 

Mães, eu sei que a vossa vida não é de todo facilitada, já está cheia de tarefas diárias que por vezes, muitas vezes, não conseguimos concretizar, mas permitam-se a mais uma… só mais esta! 

Acreditem, o papel de mãe vai sair compensado, sujem-se com eles, explorem, criem e imaginem juntos, eles vão adorar e vocês também! Prometo!