Devemos ou não deixá-los acreditar no Pai Natal?

Por Cristele Matias

Devemos ou não deixá-los acreditar no Pai Natal?

A lenda é bonita e a missão nobre.

Um velhinho de barbas que distribui presentes por todo o mundo numa só noite, guiado por renas num pedaço de madeira.

Sempre adorei esta história. Esta época. 

Não me lembro ao certo durante quanto tempo acreditei no Pai Natal, até quando, ou do dia em que deixei de acreditar. 

Mas atrás daquilo em que uns encontram consumismo, outros encontram amor. O ato de escolher e embrulhar um presente que se destina a alguém especial está repleto de amor. E não importa se falamos de um perfume caríssimo ou de umas bolachas que amassamos em família. E acho que é nisto que quero que ela acredite. Que o que importa não é o que damos, mas o amor com que damos. Quero que ela aprenda a importância das decorações e o cuidado nos embrulhos. Porque no Natal, tal como na vida o valor está escondido nos pormenores. 

Já o Pai Natal esconde a sabedoria de quem muito viveu. Faz-nos pensar em ser melhores e em partilhar. Em fazer viagens longas. Em tornar possível. 

Quantas crianças acreditam no Pai Natal? Muitas? Talvez todas. E isso deve fazer-nos pensar que afinal os “miúdos” estão cheios de coisas boas para alimentar. Sonhos, magia e transformação. Cabe-nos a nós pais, cultivar o que de melhor os nossos filhos trazem no coração. E isso faz-se com tempo, amor e família. Faz-se com pormenores. Calendários, cartas ao Pai Natal, potes de boas ações, presentes a instituições ou ao vizinho do lado. O Natal faz-nos ser melhores – disso não tenho a menor dúvida. 

E enquanto virmos no Pai Natal só e apenas um apelo ao consumismo, é porque perdemos aquilo que os nossos filhos ainda trazem no coração. 

Por isso deixem o copo de leite, a cenoura e a mordidela na bolacha para quem acredita.  E deixem os vossos filhos acreditar na magia do Pai Natal, mas só se acreditarem também!

Desenhos de Natal para colorir

Gosto de seguir tradições. E nesta época festiva faz ainda mais sentido!

No atelier, continuamos tal e qual, Polo Norte, a preparar com todo o carinho as vossas encomendas. Mas não queria deixar passar esta época com mais um miminho para ti e para os mais pequenos.

Mais uns desenhos para poderem imprimir e colorir com em família.

Espero que gostem.

Trenó
Pai Natal
Feliz Natal

Podem ver mais atividades, como Neve Caseira, mais desenhos para colorir, etiquetas para imprimir, AQUI

Juntos, sujos e felizes!

Por Rita Pires Pereira

Juntos, sujos e felizes! 

O contato com a natureza faz-me lembrar dias felizes da minha infância! Quem teve raízes no campo sabe bem do que falo! 

Vivi tempos em que me gelavam os pés por correr em ervas molhadas logo pela manhã, aquele pingo no nariz não me largava…corri atrás de cabritinhos, porcos e galinhas! Abraçava-me a cães e gatos, inventava bolos com areia, água e plantas, as colheres eram paus e as panelas eram as taças da sopa em esmalte! 

Falar nisto lembra-me o ar puro, a brisa, o cheiro da natureza! Digamos que tenho uma certa preferência pelo campo, tento levar o meu filho a sítios que lhe possam transmitir estes sentimentos de liberdade, leveza de ser! Felizmente temos a sorte de ter locais pessoais com essas características, refúgios para carregar baterias, no entanto sei que muitas pessoas vivem na azáfama da cidade, com a vida limitada a trabalho-casa-trabalho e com muito pouco tempo para desfrutar. 

Quem perde com isso? Nós e os nossos filhos! 

As nossas crianças acabam por levar o mesmo estilo de vida que nós, escola-casa-escola… 

O ideal seria repensarmos a nossa forma de viver, iríamos perceber o quão importante é termos tempo para dar aos nossos filhos e a nós mesmos! 

Quem fala no contato com a natureza, fala no simples ato de irmos ao parque, de explorarmos e deixarmos explorar. É outono, o frio já se faz sentir, mas tudo bem… apanhem folhas secas, joguem à bola, saltem à corda, deixem-nos cair no chão, mexer na terra, saltar nas poças de água, procurar bicharada estranha, aposto que vai haver montes de sorrisos na cara! 

O contato com o mundo exterior sempre trouxe benefícios e não há estudo que prove o contrário:

  • Aumentam as defesas naturais do corpo, favorecem a imunidade
  • Ajudam no desenvolvimento social, afetivo e linguístico 
  • Estimulam os sentidos 

É certo que em casa também podemos estimular as crianças e fazer as mais diversas atividades, no entanto não é disso que falamos, mas sim do prazer e da liberdade da vida lá fora! 

Digamos que brincar na rua é uma espécie de liberdade absoluta! 

Está vista e confirmada a importância do brincar na rua, do sujar-se e deixar sujar, do explorar, criar e imaginar! Se nós, pais, pudermos partilhar com eles estes momentos, os benefícios serão a dobrar. Além de ser bom para eles, aumenta a criação de laços entre nós. Isso só pode ser bom, certo? 

Quantas vezes por semana saem com os vossos filhos? Quando digo sair, é sair para passear, brincar, rir em família… 

Eu sei, eu sei… que falar é fácil, dizem vocês, a vida que levamos nem sempre nos permite tirar esse tempo, mas o esforço para que isso possa acontecer só depende de nós! Não haverá por ai nenhum buraquinho? 

Tal como devemos ter uma atividade só nossa, a partilha de momentos com os nossos também deve fazer parte das nossas opções. Se tiverem um parque perto de casa, vão até lá, juntos podem andar de bicicleta, dar uma simples volta ao quarteirão…esqueçam espaços fechados! O frio não pode ser desculpa, levem casacos, gorro e luvas se for preciso. Sabiam que na Alemanha as crianças vão diariamente para a escola de bicicleta ou a pé? E parece que é frio por lá… 

Mães, eu sei que a vossa vida não é de todo facilitada, já está cheia de tarefas diárias que por vezes, muitas vezes, não conseguimos concretizar, mas permitam-se a mais uma… só mais esta! 

Acreditem, o papel de mãe vai sair compensado, sujem-se com eles, explorem, criem e imaginem juntos, eles vão adorar e vocês também! Prometo! 

10 sugestões para fazer em família em dias de chuva

10 sugestões para fazer em família em dias de chuva

Mesmo que nem sempre pareça muito evidente e que as estações do ano já não sejam bem o que eram, a verdade é que o Outono está aqui e a chuva e os dias frios acabarão por chegar.

Se, com bom tempo, é fácil entreter a pequenada e dar-lhes o que fazer, quando chega a chuva as saídas começam a diminuir e há que pensar em alternativas.

Como queremos sempre ajudar, trazemos-lhe 10 sugestões para fazer em família que darão momentos bem passados em casa (mesmo que depois haja coisas para limpar e arrumar – não se pode ter tudo!).

  1. Cozinhar
    É um clássico, mas resulta. Os miúdos gostam de, literalmente, pôr as mãos na massa, por isso, aproveite. Este bolo de iogurte tem uma receita com instruções para eles e tudo.
  2. Pintar
    Quem não gosta? Neste site, há desenhos para todos os gostos, mas pode também montar um mural gigante no corredor, com papel de cenário, e dar asas à imaginação. Com uns pincéis e tintas laváveis é diversão garantida.
  3. Fazer trabalhos manuais
    Cortar, colar, pintar, mexer em materiais diferentes… tudo para desenvolver a motricidade fina da pequenada. Podem começar já a preparar as decorações de Natal ou, se ainda acha que é muito cedo para isso, fazer decorações para o Halloween.
  4. Jogos de cartas e tabuleiro
    Aqui, a escolha é infindável e só depende dos vossos gostos. Nós somos fãs do Escadas e Serpentes, Damas, Monopólio, Jogo da Memória, 4 em Linha, e muitos outros!
  5. Sessão de cinema
    Com direito a pipocas e tudo!
  6. Jogos de mímica
    Gargalhadas vai haver de certeza!
  7. Acampar
    É só usar a imaginação, umas cadeiras, uns almofadões e uns lençóis e eles até vão querer dormir no meio da sala a fingir que é a selva!
  8. Fazer um puzzle
    Quantas mais peças tiver, mais giro depois vai ser ver o resultado.
  9. Fazer um piquenique em casa
    Toalha no chão da sala, uns snacks ou uma pizza e está pronto.
  10. Fazer um baile (ou uma discoteca) Escolher a playlist que seja do agrado de todos, pôr a música no máximo e toca a mexer!

O que é que costuma fazer nos dias cinzentos com os seus filhos?

Conte-nos tudo, vamos adorar saber!

5 Sugestões para comemorar o Dia da Criança

 

O Dia da Criança, este ano, é a um sábado. Perfeito, portanto, para preparar um programa em família.
Na CutxiCutxi adoramos programas em família e sabemos que o tempo que passamos com os nossos filhos é o nosso melhor investimento.
Por isso, andámos à procura de ideias sobre como celebrar este dia especial e queremos partilhá-las consigo.

1- Almoço em família
Deixe-os escolher a ementa e preparem o almoço que eles escolheram todos juntos.
Os mini-chefs vão adorar. Se conseguir, arranje-lhes um avental e um chapéu de cozinheiro para a diversão ser completa.

 

2- Sessão fotográfica
Montem um cenário engraçado e façam uso dos disfarces que andam aí por casa. Princesas e piratas não hão de faltar. Ou, então, deixe-os explorar o guarda-roupa dos pais. Eles vão adorar. Depois, tirem fotografias uns aos outros. Se usarem uma máquina fotográfica instantânea vai ser ainda mais engraçado ver o resultado impresso no imediato e até poderão fazer uma exposição na sala.

 

3- Jogos tradicionais
Vão para a rua e divirta-se a ensinar os seus filhos a jogar jogos do seu tempo de criança: uma corrida de sacos, jogar ao berlinde, saltar ao elástico ou à corda…

 

4- Trabalhos manuais
Ponham as mãos na massa e criem algo em conjunto. Podem pintar uma tela em família ou fazer uma colagem em tamanho XXL. Assim, vão poder guardar uma recordação do dia.

 

5- Piquenique
Vão até ao parque mais próximo ou ponham no carro uma cesta cheia de coisas boas e desfrutem de um dia passado ao ar livre. Faz bem às crianças e aos pais.

E porque apesar de os presentes não serem o mais importante, um pequeno mimo, deixado de surpresa debaixo da almofada, deixa-os sempre com um brilho no olhar, podes ver aqui 5 Dicas super queridas para os surpreender no Dia da Criança.